Poemas 7° tarde (Vinícius de moraes)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Poemas 7° tarde (Vinícius de moraes)

Mensagem  Jocélio nascimento em Qua 20 Fev 2013 - 23:09

Soneto do amigo

Enfim, depois de tanto erro passado
Tantas retaliações, tanto perigo
Eis que ressurge noutro o velho amigo
Nunca perdido, sempre reencontrado.

É bom sentá-lo novamente ao lado
Com olhos que contêm o olhar antigo
Sempre comigo um pouco atribulado
E como sempre singular comigo.

Um bicho igual a mim, simples e humano
Sabendo se mover e comover
E a disfarçar com o meu próprio engano.

O amigo: um ser que a vida não explica
Que só se vai ao ver outro nascer
E o espelho de minha alma multiplica...

(Vinicius de Moraes)

Obs:Esse poema tinha na prova de Redação ou foi a de Português,não lembro. Razz
avatar
Jocélio nascimento

Mensagens : 4
Data de inscrição : 15/02/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

.-.

Mensagem  Victória Mell em Qui 21 Fev 2013 - 9:39

Acho que foi a de Português... (Só acho)... Razz
avatar
Victória Mell

Mensagens : 8
Data de inscrição : 19/02/2013
Idade : 18

Voltar ao Topo Ir em baixo

comentario

Mensagem  vitória de souza f. em Qui 21 Fev 2013 - 20:41

acho que foi na de redação !!! Very Happy
avatar
vitória de souza f.

Mensagens : 10
Data de inscrição : 16/02/2013
Idade : 16
Localização : fortaleza

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Poemas 7° tarde (Vinícius de moraes)

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum